Super-Heróis Cancelados!

Lendas do Amanhã e Batwoman estão fora da programação do canal americano CW, berço do Arrowverso, que começou com a série do Arqueiro Verde em 2012.

publicado por PAULO GUSTAVO em 02/05/2022 16:39:00

Após o sucesso de Smallville, que ficou dez temporadas no ar pelo canal americano CW e no Warner Channel, ninguém apostaria que outra série baseada em algum super-herói da DC Comics daria certo. Estavam, claro, muito errados.

Usando o mesmo procedimento de Smallville, que contou a história a partir da adolescência do Homem de Aço, os produtores Greg Berlanti, Marc Guggenheim e Andrew Kresberg, apresentaram à Warner a ideia de recontar a história do Arqueiro Verde, que nunca ganhou muita relevância dentro da DC por causa de outro justiceiro mascarado.


A série mostrava Oliver Queen (Steve Amell) em duas linhas de tempo diferente: uma, nos dias atuais onde começa a agir como o misterioso arqueiro, e outra mostrando o que ele fez durante os cinco anos em que foi dado como desaparecido.


Os planos dos produtores era aumentar esse universo, criando dois anos depois, uma nova série com o Flash, estrelado por Grant Gustin, que deu início ao chamado Arrowverse. Em 2015, surgiu a série da Supergirl, exibida inicialmente na CBS, mas sua segunda temporada já está no CW.



No ano seguinte, veio Legends of Tomorrow, Lendas do Amanhã, trazendo outros personagens secundários da DC Comics para a Telinha. Em 2017, foi a vez de Raio Negro, estrelado por Cress Williams, visto aqui no Brasil através da Netflix.


A mais recente personagem da DC que chegou no Arrowverse foi a Batwoman, criada nos quadrinhos em 2016, e a primeira personagem LGBT assumida dentro da editora. Ela chegou à telinha do CW em 2019, inicialmente estrelada por Rubi Rose, e depois substituída por Javicia Leslie.


O que aconteceu durante todos esses anos foi a produção de diversos episódios crossover, com uma história para reunir todos os personagens dessas séries. O máximo de ousadia foi o arco Crises nas Infinitas Terras, inspirada na saga de quadrinhos dos anos 80, escrita por Marv Wolfman e desenhada por George Perez.

Infelizmente, a continuidade dessas séries dependia de dois fatores importantes: audiência e a vontade dos atores e atrizes em dar continuidade à série. No último item, Steve Amell já havia dito que sairia depois da oitava temporada, que foi a última de Arqueiro, título brasileiro da série.


A baixa audiência derrubou Supergirl após seis temporadas, e quatro de Raio Negro. Flash é a única série que demonstra, por enquanto, que tem fôlego para continuar apresentando as mais agitadas aventuras do homem mais rápido do mundo. O que inclui a mudança de elenco e a saída de personagens.

Quem segue com a popularidade em alta é a novata Superman e Lois, nova série que está disponível na HBO Max, mostrando o dia a dia do casal da DC Comics, vivendo em Smallville com seus filhos adolescentes.

No caso de Lendas do Amanhã e Batwoman, a baixa audiência motivou o cancelamento das duas produções. Lendas terminou sua saga dos viajantes do tempo após sete temporadas, a última ainda é inédita no canal da Warner. Enquanto após três temporadas, cortaram as asas da Mulher-Morcego.

Fica no ar a seguinte pergunta: os finais das duas séries ficaram totalmente aberto, com determinados acontecimentos indicando sua continuidade numa nova temporada. O CW irá simplesmente ignorar isso e ponto final? Ou, em tempos onde os fãs de mais voz ativa dos que os trekkers nos anos 60, por causa das redes sociais, eles ficarão quietos pela falta de um final descente?

Vamos aguardar os próximos acontecimentos.

Tags :

© Copyright BestTV 2022